jump to navigation

BUNDÃO março 17, 2008

Posted by JN, Rio de Janeiro in cada uma!, esquisitices, gente, Pode isso?, tumulto e briga.
add a comment

bunda-by-project-404-via-flicker-cc.jpg

Aeroporto de Brasília, 16h00m de uma quinta, fila de espera para tentar antecipar o vôo, quando chega um sujeito baixinho, barrigudo, careca, terno surrado, tecido bege brilhoso, camisa também bege, gravata estampada de mau gosto, relógio de ouro (ou talvez dourado, o que seria mais adequado ao “lay out” do personagem), sapato marrom gasto, enfim, uma figura estranha e cafona. Apenas uma pasta preta na mão.

Chegou apressado e causando a maior confusão. Foi direto no balcão e disse que tinha que embarcar para São Paulo no próximo vôo, sem falta. A atendente, educada e calmamente, simplesmente informou, apontando para a fila, que todos que estavam ali também iam para São Paulo e estavam tentando antecipar o vôo.

Ele estava programado, com o bilhete na mão, para dois vôos depois.  

Ele não se conteve e, grosseiramente, disse que o caso dele era de extrema urgência e que tinha que embarcar. Tinha uma reunião importante.

Nesse momento, um rapaz que estava na fila não se conteve e gritou: “deixa de bancar o esperto e entra na fila”. Aí o sujeito ficou danado, se virou para a fila e disse: “quem falou isso?”. O cara da fila, que era forte e tinha perto de um metro e noventa, respondeu: “fui eu, e daí?”. É evidente que o metidinho a espertinho ficou menor ainda, mas ainda disse que ninguém tinha que se meter no seu problema.

O grandalhão gritou: “vem logo para a fila, seu bundão”. A gargalhada foi geral e logo se formou um coro alto e forte: “é, vem para fila seu bundão e espera a sua vez”. Até a atendente sorriu discretamente.

O sujeito ainda resmungou algo baixinho que ninguém entendeu e veio para a fila. E o melhor é que no primeiro vôo que saiu ele não conseguiu embarcar.

É um bundão mesmo.

Foto de Project 404 via Flicker cc

A BÚSSOLA julho 28, 2007

Posted by JN, Rio de Janeiro in esquisitices, gente.
4 comments

bussula-rafacst-via-flickr-cc.jpg

Passageira de um vôo internacional, sentada na classe executiva ao lado de um senhor elegante, se surpreendeu quando viu um objeto estranho na mão desse passageiro. Olhou várias vezes e, de repente, achou que podia ser uma bússola. A curiosidade foi maior do que à vontade de ficar quieta e dormir tranqüilamente. E antes de não conseguir controlar a curiosidade, ainda pensou: “se eu perguntar o que é isso, estou correndo o risco de ouvir uma longa história e não poder dormir”.

Mas, não resistiu e perguntou: “com licença, isto é uma bússola?”.

O tal senhor, educadamente, respondeu: “é sim”.

Daí em diante, como previsto, ela teve que ouvir uma longa explicação sobre a importância de se usar uma bússola em um vôo e que se ele estivesse em um outro vôo que tinha se acidentado na Amazônia, teria evitado o tal acidente, pois avisaria ao piloto que ele estava fora da rota.

E por aí foi…

Tem louco para tudo.  

Foto acima de rafacst, via Flickr cc

CORRERIA DISCRETA julho 16, 2007

Posted by JN, Rio de Janeiro in esquisitices, gente, Pode isso?.
add a comment

welcome-to-the-future-by-caribb-via-flickr-cc.jpg

Aproveitando o comentário do Ricardo no post abaixo – REPOSICIONAMENTO, lembrei de outras “frases famosas” irradiadas nas salas de embarque dos aeroportos brasileiros:

“Atenção passageiros da ABC do vôo XYZ, devido ao pouso tardio da aeronave, o seu portão de embarque mudou para o portão 15, no piso inferior deste aeroporto”.

Aí começa aquela “correria discreta”, ou seja, todos começam a andar rápido, fingindo que não estão com pressa, mas tentando chegar primeiro ao novo portão de embarque. Não sei por que, pois sempre que isso acontece, significa que o vôo ainda vai demorar a decolar.

Outra opção de má notícia é: “A ABC agradece a sua opção de voar. Devido ao reposicionamento da aeronave, o seu embarque, quando autorizado, será efetuado junto ao portão 18, no piso inferior deste aeroporto”. É a mesma coisa, mas dita de outra maneira.

Tem também:“Senhoras e senhores boa tarde. Com a sua atenção, por favor. Passageiros do vôo XYZ da empresa ABC, com destino a Porto Alegre, informamos que a aeronave que efetuará o seu vôo já se encontra em solo e que quando liberada, o seu embarque será pelo portão seis desta sala de embarque”.

Tudo isso significa apenas o seguinte: FUDEU!

Foto acima de caribb via Flickr

VÔO CANCELADO, MAS EU QUERO EMBARCAR julho 16, 2007

Posted by JN, Rio de Janeiro in esquisitices, gente, tumulto e briga.
1 comment so far

doido-by-bg-lewandowski-via-flickr-cc.jpg

Olha a situação: sexta-feira, dia 13/07/07, aeroporto de Congonhas, vôo de 12h40m, da Varig, que foi cancelado. Acho que o destino era o Rio de Janeiro.

Passageiro gritava com a simpática atendente no portão de embarque.

– Eu comprei o bilhete AGORA para o vôo de 12h40m e a moça que me vendeu disse que conseguiria embarcar no vôo de 12h05m. Agora a senhora vem me dizer que o vôo das 12h05m já fechou e que o de 12h40m foi cancelado… então como eu fico? Eu quero embarcar no vôo de 12h40m.

A atendente educadamente disse:

– O senhor não pode embarcar no vôo de 12h40m, pois ele foi cancelado. Eu vou acomodar o senhor no próximo vôo, que está previsto para as 13h00m, mas como está atrasado, deve sair às 13h20m.

O homem foi a LOUCUUUUUUUUUUUUURA!!!!!

– O QUE?, eu não quero saber…vou embarcar no vôo das 12h40m que me venderam. O problema é de vocês. Eu vou embarcar e o meu amigo aqui também.

– Meu senhor, disse a paciente atendente, eu já lhe disse que esse vôo foi cancelado, mas me passa a sua reserva que vou acomodá-lo no próximo.

Esse embate ainda aconteceu por mais duas vezes e, finalmente, o homem entendeu que o vôo havia sido cancelado e se conformou em viajar com o amigo, que permaneceu calado durante todo o tempo, no próximo vôo.

O tal próximo vôo só decolou às 14h15m.

Para os tempos atuais, até que não atrasou muito.

Foto acima de B.G. Lewandoiski, via Flickr

BUNDA ENTALADA julho 9, 2007

Posted by JN, Rio de Janeiro in esquisitices, gente.
2 comments

bunda-entalada-flickr-jeffurlow-cc.jpg

Um homem de meia idade, muito gordo, sentou na poltrona do meio da primeira fileira. Parece simples, mas não foi. Foi uma epopéia.

Primeiro ele já entrou com dificuldade, meio de bunda, tentando direcionar a dita cuja para a poltrona e se jogou (é isso mesmo, desmoronou) no assento.  

Imaginem a cena.

A fileira toda balançou e ele encaixou. Deu pena. Não acabou por aí. Ele ficou entalado e esqueceu de arrumar o cinto antes de se jogar. Aí foi aquela luta…procura de cá, cata de lá e nada de achar o cinto. Eu estava no corredor e havia uma moça, bem interessante, na janela. Nos olhamos e não sabíamos o que fazer. Se tentasse ajudar, tinha medo de que minha mão ficasse presa na poltrona. Também podia fraturar se ficasse de mau jeito imprensada na bunda do gordo. Foi quando, graças a Deus, ele conseguiu puxar o cinto. Aquela briga parecia encerrada. Mas, incrível, ele fez um movimento qualquer e o celular dele caiu no chão. Começou tudo de novo. Soltou o cinto e se abaixou para pegar o aparelho. Foi outro sofrimento. Pegou. Ele estava tão sem graça, que assim que o avião decolou, ele se levantou, foi ao banheiro e quando saiu ficou em pé ali na frente uns vinte minutos. Eu a moça nos olhamos novamente e respiramos aliviados. Quando foram servir o lanche ele sentou e comeu tudo. Depois, de braços cruzados (já repararam que todos os gordos sempre cruzam os braços no avião para tentar não atrapalhar quem está do lado?) começou a dormir. Só faltava essa…começou a roncar. E depois dava uns tremeliques. A aeromoça viu e começou a rir.

Quando pousamos, ele acordou e começou o trabalho para tentar se desencaixar da poltrona. Foi duro, mas conseguiu. 

Eu e a mulher da janela praticamente não nos mexemos durante todo o vôo para não constrangê-lo ainda mais. É importante registrar que ele fez de tudo para não incomodar.

E todos foram embora aliviados. 

Foto acima de jeffhurlow, via flickr

BAGAGEM DE MÃO julho 7, 2007

Posted by JN, Rio de Janeiro in esquisitices, tumulto e briga.
add a comment

trunk-flickr-robby-garbett-cc.jpg

Ontem voltei de São Paulo em um vôo que, incrivelmente, saiu com apenas 10 minutos de atraso. O dia estava sensacional. O céu azul.

Antes da decolagem, dentro do avião, uma mulher passou afobada pelo corredor e se dirigiu para um dos comissários aos berros:EU EXIJO UMA DESCULPA FORMAL DAQUELA MAL EDUCADA…ELA ME DESTRATOU. FOI GROSSEIRA COMIGO. A COMPANHIA ME DEVE DESCULPAS E UMA RETRATAÇÃO. Até aí eu não tinha entendido nada… Então ela explicou ao comissário que estava com dificuldade de colocar a bagagem de mão no bagageiro, que não cabia, que o bagageiro era pequeno e que a aeromoça tinha sido grosseira. O comissário perguntou:Qual é a sua bagagem? Ela apontou e todos os passageiros olharam para trás para tentar identificar a dita bagagem. Qual não foi a surpresa de todos quando viram a bagagem jogada no chão. Era uma mala ENORME. Não deviam ter deixado entrar.

Nessa altura, a porta já estava fechada e todos devidamente acomodados. Menos ela. Houve uma gargalhada geral e aí é que a mulher ficou danada. ESTÃO RINDO DE QUE? Gritava ela. É apenas uma mala de mão. Só se fosse de umas quatro mãos…era realmente um absurdo e não ia caber nunca no bagageiro. A mulher foi voltando para o seu lugar e todos aplaudiram na base da gozação. A bagagem foi acomodada no fundo da aeronave.

O vôo foi tranqüilo e terminou com uma surpresa inédita para mim: uma passagem panorâmica por trás do Cristo (salve o Cristo, uma das sete novas maravilhas do mundo!). Sensacional. Saímos na enseada da praia de Botafogo e depois pousamos.

A mulher desceu com a sua “malinha” quietinha.

Foto da mala de Robby Garbett, via Flickr

CANTANDO NO BANHEIRO julho 3, 2007

Posted by JN, Rio de Janeiro in celebridades, esquisitices.
2 comments

al-asiento-via-flickr-de-daquella-manera.jpg

Cada um com a sua mania. Eu vi uma famosa cantora-de-cabelos-coloridos entrar em um avião e ir direto para o banheiro do fundo da aeronave. Depois a aeromoça bateu na porta avisando que o avião já ia levantar e que ela precisava voltar para o assento. Ela foi. Assim que o avião decolou, ela se levantou e retornou ao banheiro. Ficou lá durante todo o vôo. Como eu estava no último assento e vi quando a aeromoça bateu outra vez na porta para avisar que ela precisava voltar para o seu lugar porque o avião já ia pousar, não resisti e perguntei o que tinha acontecido para a aeromoça. Ela disse que é sempre assim. Ela só viaja no banheiro. Que incômodo, né?

Já é difícil viajar naquele assento apertado, mas no vaso sanitário então…é tudo tão estranho…

Foto de “daquella maneraa”, via Flickr