jump to navigation

EMPRESAS AÉREAS QUEREM PADRÃO MUNDIAL PARA BAGAGEM DE MÃO junho 10, 2015

Posted by JN, Rio de Janeiro in Uncategorized.
add a comment

Saiu publicado hoje no Uol com o título acima uma matéria registrando que as companhias aéreas querem estabelecer um novo padrão de bagagem de mão em todo o mundo, de modo a reduzir os transtornos causados nos voos por malas de tamanhos diferentes.

O anúncio foi feito ontem na assembleia anual da IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo) em Miami (EUA). A entidade representa 260 companhias aéreas do mundo, entre elas as quatro maiores do Brasil – TAM, Gol, Azul e Avianca.

Em associação com as fabricantes Boeing e Airbus, a IATA definiu que o novo padrão será uma bagagem cujas dimensões somam 110 cm (55 cm x 35 cm x 20 cm).

As dimensões são suficientes para caber tanto no compartimento superior quanto sob a poltrona da frente dos aviões mais populares do mundo (Boeing 737 e Airbus A319, A320 e A321).

Foi criado ainda o selo “Iata Cabin OK”, que indica que a bagagem está dentro dos limites definidos.

Hoje, cada companhia adota um padrão, o que, segundo a IATA, confunde os passageiros. No Brasil, a dimensão (115 cm) e o peso (5 kg) são definidos pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

“Essa iniciativa ajudará a resolver alguns dos desafios que as equipes de terra e os comissários de bordo têm enfrentado”, disse Tony Tyler, presidente da IATA.

A discussão ainda está em fase inicial, mas a intenção é que o padrão seja adotado nos próximos cinco anos em toda a indústria, para aviões com mais de 120 passageiros.

Isso não significa que um passageiro vai ser barrado por carregar malas acima dos parâmetros propostos pela IATA – a intenção é melhorar a situação atual, desregulada.

Algumas empresas, segundo a associação, demonstraram interesse em participar dos debates do projeto, entre elas a Azul e a Avianca.

O próximo passo é articular a fabricação das malas no novo padrão com quem as produz. Uma empresa trabalha com a IATA para certificar futuros fabricantes do modelo.