jump to navigation

PEGA LADRÃO! E TODO CUIDADO É POUCO. abril 6, 2012

Posted by JN, Rio de Janeiro in Uncategorized.
trackback

O UOL online de hoje informa que no primeiro bimestre do ano, os furtos nos dois principais aeroportos de São Paulo cresceram 47%, segundo a Secretaria da Segurança Pública. Somados, Congonhas, na zona sul da capital, e Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, registraram 290 casos – ante 197 no mesmo período do ano passado.

No Aeroporto de Congonhas, o aumento foi de 19%, com 50 ocorrências no primeiro bimestre deste ano contra 42 no mesmo período de 2011. Já no Aeroporto de Guarulhos a alta chegou a 54%: foram 240 casos, contra 155.

No ano passado, esses dois aeroportos, registraram juntos 1.657 furtos (1.389 em Cumbica e 268 em Congonhas). 

O delegado-geral da Polícia Civil, Marcos Carneiro Lima, disse que as delegacias dos aeroportos agora vão focar na investigação de quadrilhas como essa que foi desbaratada. “É preciso mapear o modo de agir, os locais e os golpes para identificar e prender os responsáveis”, disse.

Segundo o delegado titular do Aeroporto de Congonhas, Marcelo Godói Palhares, os ladrões “estão sempre atrás de laptops ou mochilas”. Na última quarta-feira, um engenheiro químico alemão de 51 anos teve a mala furtada no local ao dar informações sobre o metrô. No dia seguinte, sua bagagem foi encontrada no centro sem dinheiro, mas com as roupas.

Em fevereiro, seis funcionários de Cumbica responsáveis pelo carregamento das malas entre a aeronave e a esteira foram presos sob acusação de furto. O esquema do grupo funcionava assim: malas que deveriam seguir para o desembarque internacional eram desviadas para a área doméstica – onde há pouca revista. De lá, um integrante saía com a bagagem como se fosse passageiro.

A distração dos passageiros é o grande trunfo dos assaltantes em aeroportos.

A cena se repete com frequência. O turista chega ao aeroporto, dirige-se ao balcão da companhia aérea e começa o processo de check-in. Quase sempre, deixa o carrinho cheio de malas e seus demais pertences de lado para se concentrar nas informações do embarque. E é nessa hora que os criminosos atacam.

É fácil perceber que os crimes registrados nos aeroportos têm uma vítima preferencial: os passageiros desatentos. 

Segundo o coordenador científico do Observatório de Segurança Pública da Unesp de Marília, Luís Antônio de Souza, é comum ver  frequentadores de aeroportos e outros estabelecimentos fechados “baixarem a guarda” nestes ambientes, o que facilita a ação dos bandidos.

“As pessoas consideram shopping, hospital ou aeroporto ambientes mais seguros [que um lugar público ou aberto]. Elas confiam nos seguranças do local e abrem a carteira com mais tranquilidade”, explica o professor.

Mas, os ladrões são especialistas em agir ao menor sinal de descuido, ressalta ele. São os chamados “grupos organizados”, que aguardam a oportunidade para agir. “É o mesmo perfil de quadrilhas que roubam condomínios e na saída de banco”, diz Souza.

Para o especialista, com a aproximação da Copa do Mundo e das Olimpíadas, que serão sediadas no Brasil, torna-se necessário que as autoridades reforcem as orientações para prevenir o descuido dos passageiros com seus pertences.

Isto porque reforços na segurança ajudam, mas têm limite, mesmo quando se trata de empresas de segurança privada, afirma o especialista.

Como opções para aumentar a segurança, Souza sugere aproveitar melhor o sistema de câmeras e incorporar no dia a dia dos aeroportos alertas e dicas para o cidadão pelos sistemas de alto-falante, como é feito hoje em estações superlotadas de metrô. 

Procurada pelo UOL, a Infraero não comentou o número de furtos e limitou-se a dizer que a responsabilidade pelas bagagens até o momento do check-in é dos passageiros e, após o despacho das malas, das companhias aéreas. 

No começo deste ano, os seis integrantes de um bando que atuava em Cumbica havia um ano foram presos. Segundo o delegado titular do aeroporto, Ricardo Guanaes Domingues, que coordenou a operação, a gangue desviava, principalmente, as malas direto do carrinho de bagagem, durante o desembarque do voo, enquanto os passageiros se dirigiam do avião à esteira onde são colocadas as malas. 

Os dados deste ano da Secretaria Estadual da Segurança Pública (SSP) são do mês de janeiro e ainda não revelam os efeitos do desmantelamento da quadrilha. Ao todo, foram 121 furtos (103 em Cumbica, 18 em Congonhas). 

Cuidados com sua bagagem é fundamental para evitar aborrecimentos.

Não deixe valores à mostra e nem conte dinheiro em público.

Não “desfile” com equipamentos eletrônicos muito chamativos.

Jamais tire a mão de sua bagagem, mesmo que por um minuto.

Enfeite sua mala para diminuir a chance de ela ser levada por engano.

Evite levar itens de valor na mala que vai ao avião. Se for preciso, bote-os no fundo na mala.

Cubra itens de valor na mala com papel, para escondê-los.

Declare eventuais itens de valor e seus preços no check-in do voo.

Tire fotos de objetos de valor que você for despachar.

Cheque o interior de sua mala assim que a tirar da esteira.

Perdeu a mala? Saiba que…

A empresa aérea é responsável pela bagagem que é despachada.

Em caso de furto, a companhia deve ser comunicada sobre o ocorrido por formulário ou por escrito.

Registrar um boletim de ocorrência na delegacia do aeroporto pode te ajudar no processo.

Se a empresa não resolveu o problema ou desrespeitou seus direitos, você pode dar queixa na Anac, que vai apurar o caso e pode punir a empresa. 

Mas fique  sempre de olho na sua bagagem. E boa viagem.

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: