jump to navigation

NOTÍCIAS SOBRE AS NOVIDADES AÉREAS novembro 2, 2008

Posted by JN, Rio de Janeiro in Uncategorized.
trackback

Nesse período em que estive viajando e que fiquei em falta com as histórias do Relaxa & Goza, recebi várias notícias via e-mails e pude acompanhar algumas outras, através de jornais e revistas, sobre as novidades do setor aéreo.

E foram muitas.

Vou tentar resumir neste espaço as principais notícias para informação de todos:

 

– avião derrapa e quase cai da pista em Congonhas – uma aeronave King Air, com três tripulantes, derrapou alguns minutos depois de decolar com destino a São José dos Campos e ficou presa em uma mureta às margens da Avenida Washington Luiz e quase acontece outro acidente semelhante ao da TAM em julho de 2007.

O motor esquerdo parou, o piloto tentou abortar e derrapou. O avião é da empresa Eurofarma e os tripulantes tiveram apenas ferimentos leves. Segundo a Infraero, o aeroporto ficou fechado por mais de uma hora e provocou o cancelamento de 17 decolagens e o atraso de sete vôos;

 

– a Airbus está cheia de encomendas – acaba de entregar a primeira de uma encomenda de 20 aeronaves a Quantas. Além desses, está com encomendas no forno: são 12 A380 ainda para este ano, 21 em 2009 e de 30 a 40 em 2010;

 

– a TAM terá mais duas rotas para os EUA e vai incorporar mais dois 767 a sua frota de 125 aeronaves em operação. As novas rotas anunciadas são São Paulo/Orlando e Rio de Janeiro/Nova York;

 

– saiu uma nota em um jornal do Rio, informando que a Petrobrás vai reduzir em 14% o preço da gasolina de aviação. Depois perguntava se as empresas vão repassar essa redução para os passageiros…duvido;

 

– aviões quase se chocam na Amazônia – nessa quase tragédia disseram que o erro foi do controlador de vôo e que por pouco não causa um sério desastre no Acre. Esse erro podia ter provocado um acidente entre um avião da Força Aérea Brasileira e um 737 da Gol. A sorte foi que o piloto da FAB percebeu a presença da aeronave da Gol e desviou. Ele disse que o avião da Gol passou por cima dele a uns 60 metros de distância (cerca de 200 pés de altura);

 

– a Azul Linhas Aéreas Brasileiras quer o Rio como ponto de partida dos seus destinos, através do Aeroporto Santos Dumont e sem escalas. Viva a Azul !!!! Ponto para o Rio. E o foco dos destinos são cidades não atendidas pela TAM e pela Gol. Ele não quer nenhum vôo passando pelas áreas de hub (centros de distribuição de vôos) para concluir uma viagem. O principal executivo da companhia, David Neeleman disse que sua equipe está estudando 27 cidades com mais de um milhão de habitantes para atingir seus objetivos e acredita que o mercado brasileiro de aviação podia ser três ou quatro vezes maior. A Azul deverá entrar em operação até o final do ano ou, no máximo, em janeiro de 2009;

 

– a empresa americana de defesa e armamento General Dynamics anunciou em Nova York a compra da suíça Jet Aviation. A Jet, fundada em 1967 é uma das líderes mundiais em serviços de aviação de negócios;

 

– a União Européia aprovou o plano de privatização proposto pela Grécia para a empresa Olympic Airlines. E divulgou que o comprador da empresa poderá manter o nome e o logo dos Jogos Olímpicos;

 

– até dezembro começará a operar o primeiro “jumbo albergue” do mundo. É um Boeing 747-200 idealizado pelo empresário Oscar Diós na Suécia e terá 25 quartos com três camas em cada um. O pessoal gosta de inventar uma novidade…vamos ver o preço da diária, ou melhor, dessa viagem;

 

– no jornal Valor, na capa do caderno Empresas & Tecnologia, saiu uma matéria informando que a TAM está procurando um sócio para manutenção. A preferência da companhia é por um parceiro especializado, disposto a oferecer serviços na América Latina.

David Barioni Neto, presidente da TAM, contou que já há conversas em andamento com algumas das maiores empresas mundiais de MRO – sigla que vem do inglês para designar manutenção, reparo e revisão.

Encontrar um parceiro estratégico não é a única possibilidade. Uma alternativa é ter um sócio para injetar recursos financeiros, como um fundo de participação. A outra possibilidade é a TAM continuar sozinha no negócio. “Não temos pressa, mas até o fim do ano devemos escolher”, diz Barioni. “Honestamente, não vejo tanta necessidade de um sócio financeiro, pois já fizemos boa parte dos investimentos no centro de manutenção e temos caixa”. Vamos aguardar.

 

– agora em setembro voltou o assunto das mudanças de comando no aeroporto Tom Jobim. O Governador Sérgio Cabral declarou que recebeu o apoio do presidente Lula para assumir o aeroporto e depois passá-lo ao setor privado. Vamos aguardar os próximos capítulos dessa novela que é importante e urgente, pois o aeroporto está abandonado e cheio de problemas;

 

– o desembarque no Rio continua tendo assaltos. Quatro carros foram atacados no acesso à Linha Vermelha. Já existem problemas de infra-estrutura e administração nos terminais e ainda temos que agüentar uma onda de assaltos na chegada ao Rio. É realmente um absurdo;

 

– e um suíço atravessou os 35km do canal da mancha com uma asa nas costas movida a propulsão – é o homem foguete. Ele saltou de um avião e depois desceu de paraquedas. E a velocidade era grande, pois ele fez a travessia em 10 minutos;

 

– e o comandante e co-piloto que dormiram durante o vôo e passaram direto sobre o aeroporto…vocês viram a reportagem na televisão? Mas foi no exterior. Se bem que com todos os nossos problemas aéreos, bem que podia ter acontecido aqui no Brasil. E vamos em frente;

 

– saiu na coluna do Ancelmo Gois no jornal O Globo:

“O risco da Flex

A antiga Varig está com dificuldades para receber uns R$ 40 milhões da VarigLog e outrosR$ 40 milhões da Nova Varig, que hoje é da Gol. O dinheiro é essencial para os próximos meses.

A continuar nessa penúria, a veterana terá de devolver ao banco americano Wells Fargo o Boeing 737-300 que circula com a marca Flex, criada em março.

Aliás…

Segundo Selma Balbino, do Sindicato Nacional dos Aeronautas, a Gol demitiu 80% do pessoal que absorveu da Varig.

Quase todos os mecânicos foram para a rua.”

E ninguém faz nada. Abandonaram a nossa querida Varig;

 

– está sendo dito no mercado que as famosas barrinhas de cereais que são distribuídas nos vôos da Gol vão acabar. Ainda bem.

O que se fala é que a Gol pretende subir o padrão de tratamento a bordo e que vai reduzir alguns serviços nos vôos da Varig.

Ou seja, as duas vão se aproximar em termos de serviço de bordo. Porque será que vão fazer isso? Deve ser estratégia para reduzir custos…mas deviam era reduzir preços.

O ideal era melhorar todos os serviços nas duas empresas.

Sempre.

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: