jump to navigation

LARÁPIO NO AR novembro 24, 2007

Posted by JN, Rio de Janeiro in absurdo, cada uma!, gente, Pode isso?.
trackback

carteira-masculina-by-ajoie-via-flickr.jpg

Semana passada, fui de São Paulo para Brasília de Varig, no vôo das 18h35m. Eu estava sentado em uma poltrona do corredor e um amigo na outra poltrona do corredor ao lado. O vôo só tinha 17 passageiros. Até pensei que a Varig fosse cancelar, pois o prejuízo era evidente. Não cancelou e saiu no horário. Ponto para a Varig.

Aliás, cabe aqui um registro. Tenho viajado muito pela Nova Varig (em minha opinião será apenas a Varig de sempre) e eles têm mantido os vôos e saído, quase sempre, no horário. E o serviço de bordo tem sido atencioso e correto. E, principalmente, mesmo depois de ser adquirida pela Gol, tem servido um lanche bem atraente e gostoso. O café da manhã é pequeno, mas muito bom. E nada de barrinhas. Ainda bem. E parabéns.

Voltando.

Ficamos conversando quase que durante todo aquele vôo semi particular. Quando chegamos reparei que atrás de nós só tinham dois passageiros e um era funcionário da Varig (estava com crachá). Levantei para pegar a minha mala e saímos da aeronave.

Quando já estávamos quase saindo da área de desembarque por aquela porta automática que sai em frente a todas aquelas pessoas com placas contendo o nome dos passageiros que vão ganhar uma carona, coloquei a mão no bolso direito traseiro da minha calça e notei que a minha carteira não estava lá, como sempre. Parei e achei que devia ter caído no banco da aeronave. Deixei minha mala com o meu amigo e voltei rápido até o finger.

Expliquei que a minha carteira deve ter caído do bolso perto do meu assento e me deixaram entrar na aeronave. As aeromoças ainda estavam lá e me acompanharam até o meu assento. Não estava sobre o banco e nem em volta, o que me deixou apreensivo por um instante, pois todos os meus documentos estavam na carteira. Eu normalmente não carrego mais do que dois cartões de crédito, mas naquele dia levei cinco. Uma das aeromoças disse que o pessoal da limpeza podia ter encontrado, mas começou a vasculhar os bolsões dos bancos na frente do meu assento e, de repente, lá estava a minha carteira. No bolsão do assento do meio da fileira.

Foi um alívio…mas o dinheiro sumiu…uns duzentos reais. Só levaram isso. Graças a Deus deixaram todos os documentos.

Falei do desaparecimento do dinheiro e as aeromoças foram falar com o responsável pela limpeza. Como a limpeza ainda não tinha acabado, eles disseram que não viram nada. Pode ser. Também me lembrei daqueles dois passageiros que saíram depois de mim. Também pode ser.

Mesmo assim, fui embora aliviado e feliz. Uma aeromoça disse que quem pegou não vai dormir com a consciência tranqüila. É verdade. Quem pegou o dinheiro que faça bom proveito. Até no ar nós temos larápios.

O meu amigo brincou: só podia ser em um vôo para Brasília.

Que maldade…

Foto acima de ajoiê, via Flickr cc

Anúncios

Comentários»

1. felipe - novembro 25, 2007

queria aproveitar que vc elogiou o serviço de bordo da varig pra deixar o meu registro também. voei este mês na varig e nunca vi funcionários tão atenciosos. ficamos 45 minutos no avião esperando a chuva passar e o aeroporto de congonhas abrir e os comissários a todo momento respondiam nossas dúvidas e davam explicações. e o lanche também achei um dos melhores. somente uma pena que a aeronave estava com pouco menos da metade da ocupação.

2. JN, Rio de Janeiro - dezembro 2, 2007

Felipe,

Obrigado pelos seus comentários.
Continue colaborando.

Abraço,
JN


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: