jump to navigation

RUMO AO INVESTMENT GRADE julho 17, 2007

Posted by JN, Rio de Janeiro in não-convence, Pode isso?.
trackback

Segue abaixo, pertinente desabafo de um leitor.

passaporte-by-ruth-l-via-flickr-cc.jpg

“Fui renovar meu passaporte e conheci um lado da Polícia Federal bem menos glamouroso do que o que costuma sair nos jornais: a fila da senha do passaporte. Ali na Saúde, juntinho da Praça Mauá, no Centro do Rio, uma zona assim nem tão recomendável para se esperar de madrugada, no meio da rua. 

Mas não tem jeito. Os policiais estão muito ocupados, às voltas com navalhas e furacões, e não têm gente suficiente para atender ao cidadão comum, que quer apenas tirar um documento indispensável ao exercício do seu direito de ir e vir. E os poucos policiais disponíveis para o serviço “precisam” encerrar o expediente às 4 da tarde. Daí ser diariamente distribuído apenas um número limitado de senhas. Falam em 300 senhas por dia, mas o número exato é segredo. Então, tem que ir para a fila mesmo, de madrugada, esperar ao relento, rezando para os bandidos não aparecerem, pois a Polícia Federal ainda não abriu.  

E torcer, também, para a distribuição de renda não melhorar, ao menos não antes de receber o passaporte. Se isso ocorre, os 7 milhões de cariocas podem todos resolver passear lá fora para o que teriam de tirar passaporte. Na base de 300 por dia útil, 6.600 por mês, 79.200 por ano, 792.000 por década, isso pode levar quase um século! Sem contar as renovações, pois, depois de sentir o gostinho de viajar ao exterior, ninguém mais vai querer viver sem passaporte. 

A verdade é que dei uma de esperto e paguei a uma pessoa para guardar lugar pra mim na fila, desde antes das 6 da manhã. Cheguei às 7:40 h e peguei a senha de número 171! Isso mesmo, 171, logo eu, que sou advogado. Só fui atendido depois do meio-dia. Não fiquei lá o tempo todo. Medí o ritmo, fiz meus cálculos e fui para o escritório, trabalhar. Voltei depois, na hora calculada, torcendo para minha matemática estar correta. 

Deu certo, mas fiquei pensando em quem vem de longe e nada tem a fazer no Centro. Acabei descobrindo que tem gente que mora ali perto e se dispõe a ir para a fila guardar lugar às 3:00 h da manhã! Esse pessoal “garante” lugar entre os dez primeiros da fila. Cobra de 50 a 70 reais, por pessoa, dependendo da cara do freguês. Não posso dar a dica aqui, para não queimar o filme de ninguém, mas sei que eles aceitam reserva e agendam tudo pelo celular. Moderno, não? É o Brasil rumo ao “investment grade”! 

Ouvi dizer, também (papo de fila), que há despachantes tirando passaportes em municípios vizinhos, onde o serviço também exista. Cobram bem mais caro, mas o interessado só vai até lá para buscar o passaporte, não precisa ir dar entrada. 

Uma curiosidade: como viajo muito (a trabalho, esclareça-se), cuidei de ir renovar o passaporte um mês antes de o velho vencer, tempo mais do que suficiente para chegar o novo. Pediram-me, porém, para exibir o passaporte atual e, ZAZ-TRAZ, o cancelaram, antes que eu pudesse protestar. É verdade que o formulário tem um campo onde se precisa autorizar o cancelamento do passaporte ainda em vigor, mas pensei que isso aconteceria quando da retirada do novo passaporte. Mas não, o cancelamento foi agora. Conclusão, ficarei 20 dias sem poder viajar ao exterior! Relaxa e goza!”

Foto acima de Ruth L. Via Flickr

Anúncios

Comentários»

1. anasimplesassim - julho 17, 2007

O absurdo é tal que, como dizem, chega a ser cômico, se não fosse sério. Não bastasse toda essa epopéia, por que cancelar o passaporte ainda vigente, antes da entrega do novo ? Por que deixar o cidadão sem passaporte? Não acredito que isso tenha passado desapercebido. Será alguma forma de pressão?

2. Lucas - outubro 31, 2007

Cômico mesmo é você comprar lugar na fila e achar isso correto, e ainda por cima ficar se gabando por isso. Não estou defendendo a polícia federal, mas você como um advogado deveria se envergonhar de dizer essas coisa em público. E tem mais, só um imbecil poderia torcer contra a distribuição de renda, que absurdo. Acho a causa nobre, mas os argumentos são egoístas e mesquinhos, o Brasil não precisa mais de espertinhos como você.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: