jump to navigation

EMPRESAS AÉREAS QUEREM PADRÃO MUNDIAL PARA BAGAGEM DE MÃO junho 10, 2015

Posted by JN, Rio de Janeiro in Uncategorized.
add a comment

Saiu publicado hoje no Uol com o título acima uma matéria registrando que as companhias aéreas querem estabelecer um novo padrão de bagagem de mão em todo o mundo, de modo a reduzir os transtornos causados nos voos por malas de tamanhos diferentes.

O anúncio foi feito ontem na assembleia anual da IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo) em Miami (EUA). A entidade representa 260 companhias aéreas do mundo, entre elas as quatro maiores do Brasil – TAM, Gol, Azul e Avianca.

Em associação com as fabricantes Boeing e Airbus, a IATA definiu que o novo padrão será uma bagagem cujas dimensões somam 110 cm (55 cm x 35 cm x 20 cm).

As dimensões são suficientes para caber tanto no compartimento superior quanto sob a poltrona da frente dos aviões mais populares do mundo (Boeing 737 e Airbus A319, A320 e A321).

Foi criado ainda o selo “Iata Cabin OK”, que indica que a bagagem está dentro dos limites definidos.

Hoje, cada companhia adota um padrão, o que, segundo a IATA, confunde os passageiros. No Brasil, a dimensão (115 cm) e o peso (5 kg) são definidos pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

“Essa iniciativa ajudará a resolver alguns dos desafios que as equipes de terra e os comissários de bordo têm enfrentado”, disse Tony Tyler, presidente da IATA.

A discussão ainda está em fase inicial, mas a intenção é que o padrão seja adotado nos próximos cinco anos em toda a indústria, para aviões com mais de 120 passageiros.

Isso não significa que um passageiro vai ser barrado por carregar malas acima dos parâmetros propostos pela IATA – a intenção é melhorar a situação atual, desregulada.

Algumas empresas, segundo a associação, demonstraram interesse em participar dos debates do projeto, entre elas a Azul e a Avianca.

O próximo passo é articular a fabricação das malas no novo padrão com quem as produz. Uma empresa trabalha com a IATA para certificar futuros fabricantes do modelo.

Anúncios

AERONAVE FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA APÓS DESCOBRIR FUNCIONÁRIO PRESO NO BAGAGEIRO abril 14, 2015

Posted by JN, Rio de Janeiro in Uncategorized.
add a comment

Um avião da Alaska Airlines fez um pouso de emergência na cidade de Seattle, nos Estados Unidos, após um funcionário ter ficado preso no bagageiro, divulgou hoje o UOL online.

O piloto do voo 448, que viajava para Los Angeles, foi alertado pelo som de batidas vindas da “parte de baixo da aeronave”, disse a empresa em comunicado.

Já em terra, o funcionário saiu do compartimento, dizendo que teria adormecido. Ele foi levado por precaução a um hospital, de onde já foi liberado, disse a companhia.

O Boeing 737 havia decolado de Seattle com 170 passageiros e estava no ar havia 14 minutos.

Segundo a empresa, o chefe de equipe havia percebido o desaparecimento do funcionário antes da partida da aeronave. Ele telefonou para o bagageiro e o celular do funcionário, mas não obteve resposta.

“Os colegas pensaram que ele tinha terminado seu trabalho e ido para casa”, disse a Alaska Airlines.

A empresa disse que o funcionário começou seu trabalho às 5h e deveria terminá-lo às 14h30. Mas ele adormeceu no bagageiro.

O compartimento é pressurizado e, portanto, permite que alguém sobreviva em altitude, com temperatura controlada.

Uma passageira, Marty Collins, disse a uma emissora de TV de Seattle que os ocupantes do avião não ouviram as batidas.

“Ninguém no avião ouviu nada, ninguém soube porque eles estavam voltando. Eles só disseram que nós estávamos bem e não estávamos sob risco.”

Depois, segundo ela, os passageiros foram informados de que “havia alguém no bagageiro”. O voo, então, seguiu para Los Angeles.

Na realidade o que ocorreu foi uma falha de segurança. Se o funcionário tivesse alguma má intenção poderia ter conseguido realizar o seu objetivo sem nenhum problema.

BUNDA PRIMEIRA CLASSE abril 7, 2015

Posted by JN, Rio de Janeiro in Uncategorized.
add a comment

Descrição da cena:
– saguão do aeroporto de Congonhas em São Paulo. São 16h35m. Próximo ao portão 2. Executivos sentados aguardando o chamado da companhia aérea para embarque no voo da TAM para o Rio de Janeiro. Uma mulher morena, bonita, de uns 35 anos atravessa o saguão calmamente, com uma calça comprida branca e blusa vermelha, puxando uma pequena mala de mão.
O que chamava realmente a atenção de todos era o tamanho da “bagagem” dela, popularmente conhecida como “bunda”.
Na realidade era uma prateleira, pois dava para pousar alguns itens sem cair, mesmo com ela andando.
Era bonita, empinada, mas muito, muito grande. Descomunal mesmo. Dava para dividir por umas três mulheres e sobrava bunda.

Ela não sentou, ficou perto do portão de embarque e todos imaginaram, tenho certeza, que era porque não cabia naquelas cadeiras.

Aí, a curiosidade de todos era se caberia na poltrona da aeronave.
Embarcamos e algumas pessoas, como eu, ficaram enrolando para colocar a mala no bagageiro para acompanhar aquela “viagem” da bunda até seu assento.
Coube, mas foi apertado. Teve, literalmente, que rebolar para entrar.
O alívio foi geral. E não desbalanceou a aeronave.

Aquela bunda, com certeza, tinha vida própria.
E todos viajaram tranquilos.

PASSAGEIROS EXIGEM MAIS CONFORTO NAS CLASSES EXECUTIVA E PRIMEIRA abril 7, 2015

Posted by JN, Rio de Janeiro in Uncategorized.
add a comment

Hoje no Uol online saiu uma matéria que confirma que há uma corrida espacial entre as companhias aéreas para projetar assentos mais chiques para a primeira classe e a classe executiva. E todo esse luxo tem um custo para as empresas aéreas –que ultrapassa facilmente o preço de uma casa.

A demanda por assentos “totalmente reclináveis” está aumentando rapidamente, em parte porque muitas companhias aéreas perceberam que cobrar mais pelo design do assento e outras regalias de cabine é algo extremamente lucrativo, mais do que tentar enfiar assentos extras na classe econômica.

Essas empresas estão chegando a um limite. A companhia aérea não pode cobrar extra por muito mais coisas – já bastam a bagagem extra, espaço a mais no assento, e até comida. Ela não pode alterar a quantidade de espaço no avião. Ela não pode alterar a velocidade. Ela pode, no entanto, mudar a única coisa com que todo passageiro realmente se preocupa: o assento.

A indústria da aviação vem adotando novos modelos de assento “premium”, que são tão complicados e elaborados que “normalmente custam de US$ 150.000 a US$ 300.000″, segundo um consultor da Bloomberg. Ele explica que estes assentos “podem exigir muito recabeamento, alterações de canalização e reforços no piso da cabine.”

Parece que temos uma tendência de assentos cada vez mais extravagantes.

O que importa é o conforto para os passageiros, mas com preços justos.

COMO MALAS PERDIDAS SÃO RECUPERADAS? abril 4, 2015

Posted by JN, Rio de Janeiro in Uncategorized.
add a comment

Saiu hoje no Uol online que as Companhias Aéreas usam software para encontrar malas perdidas.

“Alguns dos passageiros de companhias aéreas que decidiram viajar neste fim de semana de Páscoa inevitavelmente terão suas malas perdidas. Mas por que isso acontece tão frequentemente e como as bagagens podem ser encontradas?

Os feriados em tese servem para evitar o estresse da vida cotidiana – exceto quando você está em frente ao carrossel de bagagens de um aeroporto e percebe que as malas de todos os outros passageiros chegaram, mas a sua não.

Desde 2007, as companhias aéreas melhoraram sua eficiência em transportar bagagens. Atualmente 7,3 malas são perdidas para cada 1.000 passageiros transportados. Há oito anos essa taxa era de 18,9.

Mas por que as malas desaparecem?

A metade dos extravios de bagagens ocorre quando elas são levadas de uma aeronave para outra ou de uma companhia aérea para outra. “As malas tendem a não ir tão rápido quanto os passageiros”, disse Nick Gates, da empresa SITA, que lida com tecnologia da informação para companhias aéreas.

Mas essa não é a única razão de malas desaparecerem temporariamente. Uma grande quantidade chega ao seu destino, mas é levada embora por engano por outros passageiros. “O mundo está cheio de malas pretas da Samsonite”, disse Gates.

Software
E o que acontece quando uma mala desaparece?

Quando os passageiros informam uma companhia aérea que suas malas não chegaram, as empresas usam um software chamado World Tracer, adotado por mais de 440 companhias aéreas.

O programa de computador tem como principal função reunir bagagens a seus donos em mais de três mil aeroportos.

No momento em que um passageiro dá falta de sua mala, normalmente ela está chegando a outro aeroporto do mundo. Ela pode não ter sido colocada a tempo na aeronave, ficado presa na área de trânsito em uma conexão ou etiquetada de forma errada e ido parar em outro aeroporto.

“Ela acabará sendo achada por alguém e ela acabará sendo registrada no sistema do World Tracer”, disse Gates. O número de registro de etiquetas, a descrição física da mala e eventualmente do conteúdo e informações como sua rota antes de ser perdida são inseridas no sistema. Quando encontrada, a bagagem entra em uma rota para chegar ao dono.

Mas nem todos os computadores do mundo ajudariam em alguns casos. Natalie Robbie, uma atriz, moradora de Londres, viajou de Gatwick para Edimburgo em 2014. Quando chegou à Escócia, ela descobriu que sua mala havia desaparecido e não constava em nenhum sistema de computadores.

Robbie questionou as companhias responsáveis por transportar as malas nos dois aeroportos. Um funcionário do aeroporto de Gatwick acabou indo procurar em um depósito de bagagens perdidas de outra companhia aérea e achou a mala perdida.

“Ele fez o esforço de ir lá procurar, não apenas ficou olhando para um sistema de computador”, disse ela.

“Isso gera muito estresse. Ficar sem sua mala pode deixar uma pessoa doida”.”

Isso já aconteceu comigo e realmente é muito desagradável. Fiquei quatro dias sem a mala na Costa Rica. É uma situação desagradável. A partir desse dia, sempre carrego comigo na bagagem de mãe uma roupa extra e itens de higiene para uma eventual emergência.

QUE CORAGEM! MULHER TENTA VIAJAR DENTRO DE MALA! março 25, 2015

Posted by JN, Rio de Janeiro in Uncategorized.
add a comment

Com base no título acima, o Uol online divulgou hoje que a polícia turca deteve dois georgianos na fronteira da Geórgia com a Turquia, na cidade de Artvin.

Um homem de 25 anos agia de maneira estranha, nervosa.
O pessoal do controle suspeitou e pediu que o homem abrisse a mala. Foi uma surpresa para todos!

Dentro da mala, havia uma mulher! A moça, de 22 anos, disse que queria se auto contrabandear para a Turquia e pediu ajuda ao amigo.

Como ela teve a viagem negada, esta foi sua única solução. A dupla foi detida e imediatamente deportada.

Tem cada maluco…

AOS MEUS LEITORES, DESEJO UM GRANDE 2015 COM MUITA SAÚDE, PAZ E SUCESSO SEMPRE. E CADA VEZ MAIS VIAGENS MARAVILHOSAS janeiro 2, 2015

Posted by JN, Rio de Janeiro in Uncategorized.
add a comment

Resolvi não escrever nada no final do ano, pois ocorreram diversos acidentes aéreos e não queria detalhar esses acontecimentos em uma data de comemorações. Preferi aguardar o Ano Novo.

Voo da AirAsia:
Todos devem ter acompanhado as notícias sobre a queda da aeronave da AirAsia no mar de Java, na Indonésia, e a última novidade é que agora se iniciou uma busca submarina por destroços e mais vítimas desta acidente. Já foram encontrados 16 cadáveres e outros destroços da aeronave.

Os especialistas franceses do Escritório de Investigação e Análise (BEA) para a segurança da aviação civil estão equipados com hidrofones para detectar sinais que lhes permitam encontrar as caixas-pretas do Airbus A320-200.

A aeronave desapareceu das telas dos radares no domingo, pouco depois de decolar da cidade indonésia de Surabaya com destino a Cingapura, com 162 pessoas a bordo.

Depois de ter enfrentado condições meteorológicas ruins, o avião caiu no mar de Java, em frente à costa da ilha de Bornéu, onde o mau tempo e as grandes ondas frearam nos últimos dias a busca de vítimas, da fuselagem da aeronave e das caixas pretas, cruciais para as investigações.

Voo da Qatar Airways:
Neste caso, a aeronave fez um pouso não programado devido a descontrole de um passageiro.
Um voo da Qatar Airways que partiu de Nova York foi forçado a fazer um pouso não programado em um aeroporto britânico devido ao descontrole de um passageiro, informou a polícia.
“Parece que os funcionários tiveram que conter um homem durante o voo e o piloto precisou refazer a rota e pousar em Manchester. A polícia compareceu e prendeu o homem”, disse um porta-voz da polícia.
O aeroporto havia dito antes que o voo, que ia para Doha, havia sido desviado por uma questão médica.

Além desses dois relatos acima, ocorreram outros acidentes com aeronaves menores.

Aviação em 2014:
Li no UOL online que o ano de 2014 foi trágico para a aviação civil da Malásia. O acidente da AirAsia soma-se à perda de duas aeronaves da companhia nacional Malaysia Airlines.

No dia 8 de março, o voo MH370 da Malaysia Airlines, um Boeing, desapareceu dos radares pouco depois de decolar de Kuala Lumpur rumo a Pequim com 239 pessoas a bordo.

O avião não foi encontrado e seu desaparecimento continua sendo um mistério. Pode ter caído no oceano Índico por falta de combustível.

No dia 17 de julho, outro Boeing da Malaysia Airlines, do voo MH17, que voava de Amsterdã a Kuala Lumpur, foi derrubado em pleno voo por um míssil quando sobrevoava o leste da Ucrânia, palco de uma guerra.

A aeronave transportava 298 pessoas, entre elas 193 holandeses.

Esperamos que o Ano Novo venha com menos acidentes e que as companhias aéreas continuem melhorando o seu serviço e o conforto das aeronaves. E, lógico, cumprindo os horários.

EMPRESA AÉREA BRITÂNICA PRETENDE LANÇAR ESPAÇO PARA FAMÍLIA E BAR NAS AERONAVES outubro 21, 2014

Posted by JN, Rio de Janeiro in Uncategorized.
add a comment

A Thomson Airways, britânica, divulgou que quer lançar em cinco anos avião com espaço para família e bar.

O UOL online divulgou que a ideia é ter aeronaves com espaço para a família, um bar com petiscos e bebidas, funcionários prontos para entreter crianças e dar dicas turísticas.

Essas são algumas das novidades que a companhia aérea britânica planeja implementar em seus voos nos próximos cinco anos.

A ideia é fazer com que as férias dos passageiros comecem antes mesmo da chegada ao destino.

“Nosso principal objetivo é tornar a experiência de voo especial. Como o voo marca o começo e o fim da viagem, nós o vemos como parte integrante das férias”, disse, em comunicado, David Burling, diretor da TUI UK & Ireland, grupo de turismo do qual a Thomson faz parte.

As mudanças incluem alterações na configuração interna de alguns aviões e a melhoria do atendimento ao consumidor.

Os planos da empresa preveem a criação, nos aviões Boeing 737 MAX, de espaços para a família, com quatro ou seis assentos, posicionados em torno de uma mesa, na parte de trás da aeronave.
Os aviões também terão espaços com assentos duplos, com uma mesa entre eles.

A companhia aérea também planeja promover mudanças no atendimento, treinando funcionários para atender crianças (ajudando os pais na hora de entretê-las, por exemplo) e para dar dicas de turismo aos clientes.

Para ajudar os passageiros com informações, a tripulação será equipada com iPads.

A empresa não informou se os espaços e o atendimento especial serão mais caros. Não revelou também se estarão acessíveis para todos os passageiros ou apenas para clientes de primeira classe ou classe executiva.

Vamos esperar para ver essa novidade e quanto vai custar.
Mas a ideia de trazer mais conformo nos voos é sempre boa.

AVIÃO FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA DEPOIS DE “PAREDES” SE SOLTAREM outubro 14, 2014

Posted by JN, Rio de Janeiro in Uncategorized.
add a comment

Com este título impressionante, li hoje no UOL a matéria abaixo:

“Um avião da American Airlines que ia de San Francisco para Dallas voltou ao aeroporto de origem e fez um pouso de emergência depois que painéis nas ‘paredes’ da cabine começaram a se soltar.

Segundo o porta-voz da companhia, Matt Miller, o piloto do Boeing 757 decidiu dar meia-volta após uma hora de voo, por suspeita de uma avaria nos dutos de ar.

Passageiros relataram ter sentido a fuselagem sacudir violentamente, além de ruídos das placas se levantando, como se estivessem espocando.

“Foi terrível. Não sabíamos o que estava acontecendo”, afirmou o passageiro James Wilson ao canal de TV ABC7.

Nenhum dos 184 passageiros e 6 tripulantes ficou ferido no incidente.

Os passageiros foram informados pelos comissários que se tratava de um problema “cosmético”.

“As paredes de plástico não têm impacto sobre a segurança do avião”, afirmou ao jornal britânico “The Guardian” o engenheiro de aviação Robert Ditchey.

“Por outro lado, não é comum que esse tipo de coisa aconteça.” (Com “Guardian” e “Daily Mail”)”.

Realmente deve ter sido um grande susto, pois deve ter dado a impressão que a aeronave ia se desmontar. Felizmente tudo acabou bem.

PASSAGEIRO DO POST ABAIXO QUE FOI PRESO TEM PROBLEMAS MENTAIS julho 27, 2014

Posted by JN, Rio de Janeiro in Uncategorized.
add a comment

O pai do passageiro de 25 anos preso por uma equipe tática em um voo da Sunwing Airlines, no Canadá, disse que o filho tem problemas mentais e não tinha intenção de explodir o avião. O Boeing 737 foi obrigado a dar meia-volta na sexta-feira enquanto sobrevoava a Virgínia Ocidental, nos Estados Unidos.

O avião já tinha voado cerca de 45 minutos quando o canadense Ali Shahi começou a ficar agitado. Shahi disse que queria “explodir o Canadá”.

Ao aterrissar, Shahi foi preso por agentes da polícia tática canadense.

O pai disse: “Ali pensa que a vida é um jogo. Chamamos a polícia 24 vezes no ano passado por causa dele. Imploramos ajuda aos policiais, mas eles nunca fizeram nada. Sempre o trouxeram de volta para casa”.

O pai disse ainda que o filho não tem amigos e é viciado em apostas. Ele sofre de depressão e distúrbios alimentares há pelo menos dez anos.

Ali Shahi está preso acusado de colocar a segurança do avião em risco. Sua audiência de fiança em Brampton, cidade canadense do Estado de Ontario, ainda será agendada.